Como saber se uma criptomoeda será valorizada ou não no futuro

A não ser que você tenha uma bola de cristal, é difícil saber qual criptomoeda será valorizada ou desvalorizada no futuro. Mesmo assim, é possível pesquisar alguns fatos e visualizar se vale a pena investir ou não.

1.CryptoCurrency Market Capitalization

A primeira coisa que você deveria checar é o site coinmarketcap.com onde tem informações de gráficos, volumes, capitalizações de mercado, sites oficiais, corretoras, fornecimento circulante, fornecimento total entre outras.

Preste atenção em fornecimento circulante e fornecimento total porque o valor indica quanto a criptomoeda ainda pode ser fornecida e vendida no mercado.

As moedas não muito populares costumam ter  o fornecimento circulante bem baixo comparado com o fornecimento total.

>> visitar CryptoCurrency Market Capitalization

2. the COIN offering

O próximo passo é ver thecoinoffering.com onde tem os valores ICO (Inicial Coin Offering = Oferta inicial da moeda).

Os valores ICO mostram os custos iniciais de cada criptomoeda.  Por exemplo, Ethereum era vendido por $0.308730 USD no ICO realizado no 24 de julho em 2014. No momento da publicação deste poste está a $515.70 USD.

Isso mostra quanto a moeda cresceu. No caso do Ethereum teve crescimento de 1719 vezes.

Por outro lado existem várias moedas que o preço ICO é maior que o preço atual. Significa que o token não conseguiu valorizar ou manter o valor ao longo do tempo.

>>visitar The Coin Offering

3. Sites oficiais

O terceiro passo é visitar o site oficial da criptomoeda para ver o whitepaper, roadmap, andamento do projeto e produto etc.

Por exemplo entre no site da Ripple. Você vê parcerias com grandes empresas, notícias com atualização semanal ou diária, produtos já em andamento. Dá para saber que é um negocio sério.

Existem várias criptomoedas com sites com pouca informação, projeto não muito claro, sem produto nenhum, roadmap com metas sureais, notícias e blogs desatualizados por meses.

Não invista em essas moedas porque sem seriedade ou persistência, não tem como a moeda crescer no longo prazo.

4. SNS

Outro ponto muito importante é a rede social. Hoje em dia se não tem divulgação em SNS não há sucesso.

As criptomoedas populares são apoiadas não só pelos investidores mas também pelos fãs, crentes, e seguidores. Leve em consideração o número de seguidores do twitter ou facebookpage.

Ou siga você mesmo para acompanhar as atividades e avaliar o marketing que é um fator decisivo.

Pode usar também fóruns como telegram e discard como parâmetro. Se uma moeda chama bastante atenção pública sempre tem muita gente discutindo sobre ela no fórum ou na comunidade virtual.

5. Github

O quinto passo é verificar o andamento do projeto pelo github.com onde o código de programação e a situação de bugs resolvidos ou para resolver estão compartilhados.

Se o código não está sendo atualizado ou os bugs não estão tratados durante meses, eles não estão trabalhando bem ou não há capital suficiente para crescer.

No Github, você pode acompanhar também o andamento dos updates que podem influenciar bastante o valor do mercado.

>>visitar Github

6. Parcerias

Outro fator que deveria tomar em conta é com quem a empresa ou a fundação da criptomoeda trabalha. Os parceiros do negocio são aqueles que acreditam e investem no futuro ou na possibilidade da tecnologia que o projeto pode trazer.

Se as grandes empresas ou multinacionais que entendem bem no mercado acreditam no projeto por que você não?

Mas tome muito cuidado porque as vezes eles colocam os logos das empresas que não tem nada a ver como no caso de IOTA que tinha divulgado o Microsoft como parceiro e depois foi desmentido pela empresa americana.

Em resultado o valor sofreu uma queda muito forte.

Resumo

Não invista em nada antes de fazer pesquisa desses itens mencionados. Ninguém consegue adivinhar o futuro mas você pode coletar informações importantes e juntar elas para avaliar. Boa sorte!

Mensagem